Apresentação


 
O curso de História da UFVJM promoverá a IV Semana de História entre os dias 21 e 25 de novembro de 2017, no
Campus JK, em Diamantina. O tema do evento é sobre a Revolução Russa com o título IV Semana de História: 100 anos da Revolução Russa: controvérsias e impactos (1917-2017). As atividades do Evento serão conferências, mesas de debates, cursos, oficinas, mostra didático-científica, sessões de comunicações, sessões de cinema e feiras de livros e de artesanato. Os conferencistas e palestrantes são de diferentes instituições acadêmicas de Minas Gerais, da Bahia, do Rio de Janeiro e de São Paulo. O período de inscrições é de 12 de julho a 21 de setembro. Os inscritos poderão submeter propostas de trabalhos de acordo com os critérios para proponentes e em diversas categorias, como mesas de debates, cursos, oficinas, comunicações, trabalhos para mostra didático-científica e lançamento de livros. O período de submissão de propostas é de 12 de julho a 14 de agosto. As inscrições e submissão de propostas deverão ser feitas pelo site do Evento.  

A Semana de História é um evento de caráter científico e acadêmico do curso de História da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) e de edição anual, desde 2014. Em sua quarta edição, aborda-se a temática da Revolução Russa, neste ano de 2017, no qual se registram 100 anos de sua ocorrência. Diversas instituições acadêmicas científicas e demais outras instituições da sociedade civil estão promovendo debates sobre a temática, haja vista que ciclos temporais dessa magnitude são propícios a fomentar análises e avaliações de objetos neles circunscritos. Assim, o Evento se constituirá como lócus desse debate, em interlocução com outras instituições e com a sociedade em geral.  

O objetivo da Semana de História é promover atividades científicas e de ensino, com fins de contribuir com a produção de conhecimento histórico e para a formação docente e discente. Objetiva-se, em específico, promover reflexão crítica sobre a construção do conhecimento sobre a Revolução Russa, com base em resultados de pesquisas.

O Evento está estruturado em conferências, mesas de debates e sessões de cinema, propostas pela Comissão Organizadora.  Abertas à proposição do público-alvo, serão acolhidas propostas de mesas de debates, cursos, oficinas, comunicações e trabalhos para a I Mostra didático-científica do curso de História, que serão agregadas à programação do Evento.   

Os debates serão norteados por pressupostos teóricos e historiográficos sobre a relevância de se produzir conhecimento relativo a esse fenômeno na atualidade, considerando seus impactos nas sociedades contemporâneas desde sua ocorrência. 

Um dos pressupostos em questão é sobre fundamentos de distintos projetos de sociedades contemporâneas, referenciados na interpretação historiográfica que valoriza o capitalismo ocidental e na interpretação de bases marxistas. O Evento abre espaço também para debates relativos a temas transversais, tendo-se em vista temas e problemas das sociedades contemporâneas que dialogam com o tema principal.

Quanto à atuação do Evento na área de ensino, propõe-se oferecer a discentes de cursos de graduação e de pós-graduação formação complementar, com o aprofundamento de discussões da subárea de História Contemporânea. A formação continuada de professores da Educação básica é também uma linha de atuação do Evento nessa área. Pretende-se contribuir com a formação e com o estreitamento do diálogo científico, acadêmico e educacional com estes profissionais.

Nesses termos, o Evento tem como públicos-alvo docentes da área de História, discentes de cursos de graduação em História e profissionais de Educação básica. Esperam-se a participação também de outras categorias de público, como professores/pesquisadores, discentes de graduação e de pós-graduação de áreas afins. O Evento tem abrangência local e contará com a participação de conferencistas e palestrantes de abrangência nacional, de diferentes instituições.

Dentre os resultados esperados, pretende-se que a IV Semana de História promova discussões historiográficas qualificadas sobre o fenômeno Revolução Russa e sobre temas transversais, tendo-se em vista seus desdobramentos nas sociedades contemporâneas. Espera-se a difusão de pesquisas, de estudos e de práticas na área de História e de seu ensino.

 

Edições anteriores da Semana de História